História

Mogeiro é um município brasileiro do estado da Paraíba localizado na microrregião de Itabaiana. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano de 2013 sua população era estimada em 13.349 habitantes Área territorial de 219 km².

Etimologia
Nenhum registro histórico dá a certeza sobre a origem do termo Mogeiro. Há especulações acerca de quatro versões mais conhecidas, teria surgido a partir do riacho que corta a cidade e leva o mesmo nome, “Riacho de Mogeiro”, seria derivado do substantivo masculino “Mugeiro”, que é uma espécie de águia que pesca mugens. Teria originado-se do vocábulo indígena “mong-eir”, que significa mel pegajoso ou ainda seria uma referência a monges, que possivelmente habitaram a região no século XX.

Aniversário: 12 de Dezembro

Gentílico: Mogeirense

Municípios Limítrofes: Juarez Távora e Gurinhém ao Norte, Salgado de São Félix ao Sul, São José dos Ramos e Itabaiana ao Leste, e Ingá e Itatuba ao Oeste.

Símbolos Municipais

Bandeira do Município de Mogeiro

Brasão do Município de Mogeiro

 

Hino
Composição: Maestro Flaviano de Freitas Cavalcante

Quando olho para os montes que te cercam
Onde encontro a beleza singular
Que o raiar do sol me traz a cada dia
Terra bendita pra sempre vou te amar

Baluartes semearam no passado
As sementes que o progresso hoje nos traz
Grandiosa em riquezas, valorosa no labor
Virtuosa, berço esplendido do paz.

Mogeiro! Terra adorada! Com euforia nós iremos te honrar
Sempre avante vão teus filhos, bravos homens
Imaculado o teu brasão sempre será.

Mogeiro! Que maravilha! A alegria de teu povo a contemplar
A beleza das três cores que concebem o teu pendão
E proclamam a liberdade do lugar

Nos teus campos verdejantes brotam frutos
Nos teus rios braços fortes a pescar
A indústria enobrece nossa história
Com orgulho ao mundo inteiro eu vou cantar

E marchando a passos largos vamos todos
Na vanguarda pra o teu nome elevar
Venturosa e refulgente, destemida, original
Soberana e triunfante, sem igual

Mogeiro! Terra adorada! Com euforia nós iremos te honrar
Sempre avante vão teus filhos, bravos homens
Imaculado o teu brasão sempre será.

Mogeiro! Que maravilha! A alegria de teu povo a contemplar
A beleza das três cores que concebem o teu pendão
E proclamam a liberdade do lugar

A beleza das três cores que concebem o teu pendão
E proclamam a liberdade do lugar

Avante! Mogeiro, Avante!